Estado confirma mais 60 mortes e outros 2.204 novos casos de Covid-19 no Sul de MG

Por Marco Antônio Gomes de Carvalho em 03/05/2021 às 11:33:54
Com os novos dados, a região chegou a 170.513 casos confirmados do novo coronavírus, com 4.180 mortes. Mais 60 mortes e outros 2.204 novos casos de Covid-19 foram confirmados no Sul de Minas em boletim divulgado nesta segunda-feira (3) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG). Com os novos dados, a região chegou a 170.513 casos confirmados do novo coronavírus, com 4.180 mortes.

Estes dados são referentes ao balanço publicado pela Secretaria de Saúde de Minas Gerais e podem apresentar divergências com os já divulgados por prefeituras, devido a períodos diferentes de fechamento.

As novas mortes confirmadas pela SES-MG ocorreram em:

+8 Três Corações

+5 Pouso Alegre

+4 Andradas e Santa Rita do Sapucaí

+3 São Sebastião do Paraíso

+2 Alpinópolis, Boa Esperança, Candeias, Elói Mendes, Lavras, Paraguaçu, Poços de Caldas, São João da Mata e Varginha

+1 Caldas, Camanducaia, Campestre, Capetinga, Cássia, Cruzília, Estiva, Guaxupé, Itajubá, Machado, Pedralva, Pouso Alto, Pratápolis, Santa Rita de Caldas, São Bento Abade, São Gonçalo do Sapucaí, São João Batista do Glória e Três Pontas

Já os 2.204 novos casos foram confirmados em 116 cidades. Confira abaixo as cidades com mais confirmações:

+246 Pouso Alegre

+214 São Lourenço

+109 Três Corações

+102 Poços de Caldas

+96 Campo Belo

+82 Varginha

+58 Itajubá e Nepomuceno

+55 Cambuí

+48 Alfenas

+47 Elói Mendes

Até o momento, em Minas Gerais, são 1.371.818 casos confirmados de Covid-19, com 34.313 mortes. Conforme a SES-MG, 1.261.550 pessoas estão recuperadas.

Cidades com mais casos confirmados de Covid-19 no Sul de Minas

Divergência de números

Os número de casos suspeitos e confirmados divulgados pela SES-MG têm sido diferentes dos que estão sendo anunciados diariamente em boletins de prefeituras.

Sobre isso, a secretaria informou que assim que o caso suspeito é identificado pelo serviço de saúde, é realizada uma triagem com este paciente de acordo com dados clínicos e epidemiológicos, auxiliando na tomada de conduta de interação ou isolamento domiciliar. O profissional de saúde entra em contato com o CIEVS-Minas ou Unidade Regional de Saúde para discussão do caso.

Definido como caso suspeito, o município preenche um formulário com os dados do paciente denominado RedCap, específico do Ministério da Saúde. Através deste formulário é gerado todo o banco de dados do Coronavírus no Estado.

Entenda algumas das expressões mais usadas na pandemia do covid-19

O COES Coronavírus analisa esse banco de dados diariamente, reclassifica os casos, solicita novas informações ao município e faz o cruzamento dos resultados de exames laboratoriais. Após todo esse trabalho, que é realizado até as 13h do dia corrente, é que os dados estarão tratados para fazerem parte do Boletim Diário.

Dessa forma, é necessário percorrer todo este fluxo de notificação para que os casos sejam incluídos no boletim epidemiológico divulgado pela SES-MG e, por esta razão, divergências pontuais entre os municípios e os casos já computados pela SES-MG, podem ocorrer, tanto em relação a casos suspeitos quanto a casos confirmados.

Dicas de prevenção contra o coronavírus

Arte/G1

Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas
Comunicar erro
Casa Coelho

Comentários

Novato