Ex-vereador, PM reformado mata a esposa a tiros e se entrega em Muriaé.

Por Jornalista Alair de Almeida, Editor e Diretor do Jornal Região Sul em 09/12/2021 às 12:38:12

Ex-vereador,

PM reformado

mata a esposa

a tiros e se

entrega em Muriaé.

Joel assassinou a tiros Priscila - Foto: Reprodução/Redes Sociais
Joel assassinou a tiros Priscila - Foto: Reprodução/Redes Sociais
  • PM reformado entregou-se à polícia e admitiu ter assassinado a própria esposa

  • O criminoso, que também é ex-vereador, matou a companheira a tiros

  • A defesa afirmou que seu cliente "não se lembra de nada" e está "muito abalado"

Covid-19: Muriaé divulga medidas complementares à Onda Amarela do 'Minas Consciente' | Zona da Mata | G1

Um policial militar reformado entregou-se na última quarta-feira (8) à Polícia Civil de Muriaé, interior de Minas Gerais, após ter assassinado a própria esposa a tiros.

O criminoso foi identificado como Joel Morais de Asevedo Junior, de 51 anos, ex-vereador da cidade. Acompanhado de seu advogado, ele apresentou-se na delegacia e confessou a autoria da morte de Priscila Silva Dala Paula Azevedo, 26 anos.

Conhecido como Sargento Joel, o assassino chamou seus advogados em sua residência no fim da manhã de quarta, informou que havia "feito besteira" e que se entregaria à polícia.

Na delegacia, ele explicou que havia utilizado a própria pistola para assassinar Priscila e entregou a arma aos policiais.


"Não se lembra de nada"

O advogado de Joel, Ricardo Couri, afirmou que o cliente estava "muito abalado psicologicamente" e "não se lembra de nada".

Ricardo não deu maiores informações sobre o que teria motivado o crime e informou que "o suspeito não relatou nenhum detalhe para a defesa".

A Polícia Civil pediu a prisão temporária de Joel, concedida pela Justiça, e o ex-vereador foi levado para um batalhão da PM em Ubá. O caso segue sob investigação.

Fonte: Yahoo e Policia Civil

Comunicar erro
hospital Lavras

Comentários

novato