Motoristas reclamam de excesso de buracos em trecho da BR-491 no Sul de Minas

Por Jornalista Alair de Almeida, Editor e Diretor do Jornal Região Sul em 03/02/2022 às 07:43:43


Motorista que passam por estes trechos que ligam a Rodovia Fernão Dias a São Sebastião do Paraíso (MG), estão na bronca por conta do grande número de buracos no asfalto. A cada dia que passa a estrada fica ainda mais perigosa. Situação que atrasa a viagem e pode danificar os veículos.


Em alguns pontos da rodovia, os motoristas desviam pelo acostamento pra não caírem nos buracos. Comerciantes precisam enfrentar os buracos quase todos os dias e ainda ouvir reclamações frequentes.

"A nossa região vem muito turista para pescar e o pessoal não está vindo mais por conta das rodovias que estão muito ruins, então isso prejudica até o turismo da nossa região", disse a comerciante Marisa Cristina dos Reis Costa.

Motoristas reclamam de excesso de buracos em trecho da BR-491 no Sul de Minas — Foto: Reprodução EPTV / Marcelo Rodrigues

Motoristas reclamam de excesso de buracos em trecho da BR-491 no Sul de Minas — Foto: Reprodução EPTV / Marcelo Rodrigues

Em alguns trechos da rodovia existem vários buracos, uns próximos dos outros. Com as chuvas, os buracos ficam cheios d´água e os motoristas têm dificuldade para vê-los, o que torna o trecho ainda mais perigoso.

Em alguns pontos, como no trecho entre Muzambinho e Monte Belo, os buracos foram tampados. Mas para quem trabalha às margens da BR, só o tapa-buracos já não é suficiente para deixar a rodovia segura.

"A gente vê que os buracos nessa questão, estoura pneus e realmente só um tapa-buracos na pavimentação sem ser uma reforma geral da rodovia não é suficiente, tem que ser uma pavimentação bem feita, uma reforma geral completa da rodovia pelos órgãos competentes", disse o gerente de posto de combustíveis, Willian Oliveira Silva.

Segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes, o DNIT, o serviço de tapa-buracos é executado frequentemente e será feito depois da estiagem na região, porque ele precisa ser feito com o asfalto seco.

Fonte: G1 Sul de Minas e Estradas

Comunicar erro
hospital Lavras

Comentários

novato