Viver é Preciso, mas aplicando a Teoria da Alteridade de Platão

O Ser Humano tem corpo, alma e o espírito, mas se deixa levar pelo corpo e pela alma

Por Jornalista Alair de Almeida - Diretor e Editor do Jornal Região Sul em 23/04/2020 às 08:48:05
Brasil: É Nação, mas e os políticos?????

Brasil: É Nação, mas e os políticos?????

A Crônica da Semana


Os Elementos do Estado:

Território,

Povo e

Poder

É dura a realidade, parece filme de ficção, mas é a realidade, e ela é dura, duríssima mesmo. Somos um povo, habitamos em um território e estamos sob o domínio do poder. Do território não temos dúvida, moramos no Brasil e somos um povo, falamos a mesma língua e temos uma sociedade, somos uma nação. E o Poder? Pela Constituição vivemos sob os poderes do Executivo, do Legislativo e do Judiciário, que deveriam, ser autônomos e independentes entre si. E nesta tricotomia empoderada há os Entes da Federação: O Presidente, os Governadores e os Prefeitos, em relação ao Executivo. Quanto ao Legislativo existem os Senadores e os Deputados Federais que formam o Congresso Nacional. Nos Estados Federativos há os Deputados Estaduais, que formam as Assembleias Legislativas e os Vereadores que se agrupam nas Câmaras Municipais. O Poder Judiciário, formado pelos juízes e Promotores Públicos em suas diferentes Estâncias, tem a responsabilidade de fazer com que todos cumpram as leis, independente de quem quer que seja. Depois disso há as Procuradorias, o CNJ, os Conselhos, a PGR, o TSJ, as Ouvidorias, os Procons com órgãos que se dedicam a fiscalizar o cumprimento das leis em apoio ao Judiciário, e à própria Nação.

A Política

Políticos somos todos nós, porque existimos e nos enquadramos dentro dos Elementos do Estado como povo, com ou sem a política partidária. Em relação a este vocábulo política, quando o Ser Humano passa a praticar a política partidária, é que começam os problemas. Como o Ser Humano é formado de Corpo, Alma e Espírito, considerado falível, quando se deixa levar pelo corpo (por desejos e satisfações apenas), e pela alma (que são a razão e as emoções), os desejos da carne e da alma se sobrepõem, fazendo nascer nas pessoas a ambição desmedida, o apego a bens materiais, a vingança, a raiva, os ressentimentos e a falta de consideração e perdão. A pessoa perde o seu caráter (aquelas que o possuem quando têm berço, quando têm família), perde a sua boa índole, porque a pessoa não nasce malvada, muitas vezes ela se deixa levar por pessoas e pelos erros, sendo formada pelas agruras da vida, aí ela fica má. Por isso, quando a política humana, se deixa levar por tudo isso, dentro da política partidária, o povo perde, é prejudicado por um elemento do seu próprio meio.

A vida passa igual fumaça, esvai-se muito rapidamente, ninguém fica pra semente, e daqui nada se leva

O Ser Humano, no entanto, não analisa e nem medita sobre isso, se apega ao Poder, à política partidária, aos bens materiais, passando por cima de outras pessoas como um rolo compressor, egoisticamente, visando apenas a si próprio. E isso está acontecendo atualmente com a chegada da Pandemia do Coronavírus. O Povo, principal Elemento do Estado, pela política partidária, contraria todos os princípios sociais e jurídicos, todas as teorias de vida. Por quê? Porque este mesmo povo que não se deu vida, que não criou a sua vida, que não criou a sua existência, que não fez nascer o seu espírito humano, esquece-se de que a sua vida é a vida do espírito e não a vida do corpo e da alma. Este povo esquece-se do Espírito Santo de Deus, independente de religião, porque quem deu a vida ao Ser Humano, ao povo foi Deus, e a Ele devemos todo amor e respeito – (Romanos 11.1: Todo Poder de função e autoridade são dados por Deus, é Deus quem constitui a pessoa neste segmento), e isso, hoje, não é levado em consideração.

Pense nisso, analise isso, e medite sobre o

significado das duas fotos desta crônica.




Fonte: Da Redação

Comunicar erro
hospital Lavras

Comentários

novato