Internações e mortes por influenza e v√≠rus sincicial aumentam no pa√≠s

O n√ļmero de casos de s√≠ndrome respiratória aguda grave (SRAG) continua a aumentar no pa√≠s, principalmente as infecções por v√≠rus sincicial respiratório (VSR) e por Influenza.

Por Jornalista Alair de Almeida, Diretor e Editor do Jornal Região Sul em 03/05/2024 às 06:44:39

O n√ļmero de casos de s√≠ndrome respiratória aguda grave (SRAG) continua a aumentar no pa√≠s, principalmente as infecções por v√≠rus sincicial respiratório (VSR) e por Influenza.

Os dados estão na nova edição do Boletim InfoGripe, divulgado nesta quinta-feira (2) pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). As informações levam em conta a Semana Epidemiológica 17, no per√≠odo de 21 a 27 de abril.

Segundo o boletim, a maior circulação do VSR tem gerado aumento expressivo da incid√™ncia e mortalidade de SRAG nas crianças de até 2 anos de idade.

Outros v√≠rus respiratórios que se mant√™m com incid√™ncia alta na população infantil são Sars-CoV-2 (covid-19) e rinov√≠rus.

Entre os idosos, o n√ļmero de mortes por SRAG continua mais elevado, com predom√≠nio da covid-19.

Nas quatro √ļltimas semanas epidemiológicas, os principais casos de resultado positivo para v√≠rus respiratórios foram:

. 58,0% para vírus sincicial

. 7,9% para Sars-CoV-2 (covid-19)

. 24,3% para Influenza A

. 0,4% para Influenza B

Em relação às mortes nas quatro √ļltimas semanas, os principais respons√°veis foram:

. 46,4% para Sars-CoV-2 (covid-19)

. 38,0% para Influenza A

. 11,6% para v√≠rus sincicial respiratório

. 1,1% para Influenza B

Quando se considera os casos positivos do ano corrente, os n√ļmeros são:

. 35,8% de v√≠rus sincicial respiratório (VSR)

. 35,0% de Sars-CoV-2 (covid-19)

. 16,3% são de Influenza A

. 0,3% de Influenza B

Diante desse quadro epidemiológico, a vacinação é fundamental, destaca o pesquisador do Programa de Computação Cientifica da Fiocruz e coordenador do Boletim InfoGripe, Marcelo Gomes.

"É muito importante que a população busque, em particular, se vacinar contra a influenza, que est√° com campanha aberta, ampliada nacionalmente pelo Ministério da Sa√ļde para todas as faixas et√°rias.

Mas como não é o √ļnico v√≠rus respiratório que est√° com grande circulação, só a vacina da gripe não vai resolver todos os problemas.

Ela vai ajudar, obviamente, a diminuir essas internações especificamente associadas ao v√≠rus.

Por isso, o uso de boas m√°scaras também é um aliado extremamente fundamental, especialmente para quem tiver indo para unidade de sa√ļde, e também a pessoa que estiver com sintomas de infecção respiratória."

O pesquisador também reforça a importância do uso de boas m√°scaras (N95, KN95 e PFF2) para quem apresenta sintomas de resfriado. Elas ajudam a diminuir o risco de transmissão para outras pessoas.

"Faça repouso, faça o isolamento, porque isso também vai ajudar não só na sua própria recuperação, como também diminuir a exposição do restante da população", aconselha Marcelo Gomes.

Estados

Na análise por unidades federativas, 22 registram crescimento de casos de SRAG na tendência de longo prazo:

. Alagoas, Amazonas, Amap√°, Cear√°, Distrito Federal, Goi√°s, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Par√°, Para√≠ba, Paran√°, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Rondônia, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins.

Em relação aos casos de SRAG por covid-19, o indicativo é de queda nos estados do Centro-Oeste, Sudeste e Sul.

Nas demais regiões, a tend√™ncia é de estabilidade em patamares relativamente baixos.

Capitais

Na an√°lise por capitais, 19 apresentam sinal de crescimento nos casos de SRAG:

. Aracaju, Boa Vista, Plano Piloto e arredores de Bras√≠lia, Campo Grande, Cuiab√°, Curitiba, Florianópolis, Goiânia, João Pessoa, Maceió, Manaus, Palmas, Porto Alegre, Porto Velho, Recife, Rio de Janeiro, São Lu√≠s, São Paulo e Vitória.

Fonte: Ag√™ncia Brasil e Da Redação

Comunicar erro
Fepi

Coment√°rios

novato