Quatro vacinas contra COVID-19 podem estar em uso ainda este ano descobertas por pesquisadores de vários países inclusive o Brasil

Há em desenvolvimento 120 projetos de tratamento contra o novo coronavírus. Até o momento, seis vacinas estão na primeira fase de estudos clínicos com humanos.

Por Da Redação em 31/05/2020 às 12:16:20
O Mundo em Pandemia corre em busca de Vacinas para parar a expansão do coronavírus

O Mundo em Pandemia corre em busca de Vacinas para parar a expansão do coronavírus


Quatro

vacinas

contra

Covid-19

podem

começar a ser

produzidas

ainda este ano

Quatro vacinas contra Covid-19 podem começar a ser produzidas ainda este ano
Quatro vacinas contra Covid-19 podem começar a ser produzidas ainda este ano


Quatro vacinas contra a Covid-19 poderão começar a ser produzidas até o fim deste ano, segundo analistas. A OMS (Organização Mundial da Saúde) afirma que há em desenvolvimento 120 projetos de tratamento contra o novo coronavírus. Até o momento, seis estão na primeira fase de estudos clínicos com humanos. As duas últimas devem ser entregues em meados de 2021.

De acordo com a empresa de biotecnologia americana Moderna, oito voluntários vacinados desenvolveram defesas contra a Covid-19 de forma segura. A Universidade de Oxford, no Reino Unido, que desenvolve um imunizante em parceria com a empresa AstraZeneca, também disse que os estudos têm sido "encorajadores" e ressalta que a vacina deles teria baixo custo.

  • As outras candidatas em destaque são da Pfizer/BioNTech, CanSino, Johnson&Johnson e Sanofi/GSK.

"Nunca em momento algum se viu tantas instituições e governos investindo no desenvolvimento de uma vacina. É um negócio fantástico", comemorou Akira Homma, assessor científico sênior de Bio-Manguinhos/Fiocruz e um dos maiores especialistas em vacinas do Brasil", ao jornal Extra. "Todo mundo está com expectativa, ainda que tenha que ter muita cautela", ponderou.


No Brasil, também há projetos sendo desenvolvidos, porém em fase menos avançada. Pesquisadores buscam estratégias para que a produção local comece logo. "O Brasil está envolvido no desenvolvimento da vacina, mas sabemos que estamos atrasados", disse Homma.


Fonte: Yahoo PRESS

Comunicar erro
Casa Coelho

Comentários

Novato