Covid-19 não é um Vírus é uma Bactéria que causa a Morte, a aspirina 100 mg e apronax ou paracetamol ...acabam com a Bactéria, afirmam médicos alemães

COVID-19 não é Vírus, é bactéria

Por Da Redação em 22/11/2020 às 07:52:05
Portal de Bradenburg na Alemanha, Berlim

Portal de Bradenburg na Alemanha, Berlim

Covid-19


não é um


Vírus é uma


Bactéria que


causa a Morte

(Provoca a coagulação intravascular difusa, a TROMBOSE, que causa a morte)

INFORMAÇÃO VINDO DA ALEMANHA!

Os médicos alemães não obedeceram à Lei Mundial de Saúde da OMS, que manda não fazer autópsias de mortes por coronavírus e determinou que NÃO se trata de um VÍRUS, mas de uma BACTÉRIA que causa a morte. Isso leva à formação de coágulos sanguíneos e à morte do paciente.

A Alemanha derrota o chamado Covid-19, que nada

mais é do que "coagulação intravascular difusa" (trombose).

Tratamento Eficaz

A forma de lidar com isso, ou seja, com o seu tratamento, são" antibióticos, antiinflamatórios e anticoagulantes.

"Em primeiro lugar - ASPIRINA.

Essa notícia sensacional para o mundo todo foi preparada por médicos alemães por meio da autópsia dos cadáveres produzida por Covid-19.

"Além disso, de acordo com patologistas alemães, nunca foram necessárias ventilação mecânica e unidades de terapia intensiva.

CSecha na Alemanha começou a mudar o protocolo,

OMS identificou e removeu a pandemia alemã CHAMADA ALEMÃO.

O medicamento já era conhecido, mas a OMS não informou aos chineses.

Para a OMS é apenas NEGÓCIO.

Fonte: ALEMANHA, Ministério da Saúde.

Covid-19 não é um vírus como fomos levados a

acreditar. É uma bactéria que, amplificada pela

radiação eletromagnética 5G, causa inflamação e

hipóxia.

"Agora você precisará fazer o seguinte:

Tome aspirina 100 mg e apronax ou paracetamol ...

Como acontece a morte pelo Covid-19

Porque? ... porque Covid-19 demonstrou engrossar o sangue, estimulando uma pessoa a desenvolver trombose.

Porque o sangue não está saturado de oxigênio.

O sangue fica espesso, o fluxo no coração e nos pulmões diminui, a pessoa não consegue respirar e morre rapidamente.

Na Alemanha, eles violaram o protocolo de recomendação da OMS e realizaram uma autópsia em um cadáver de Covid-19 ... eles abriram o corpo, braços, pernas e outras partes do corpo e perceberam que havia era sangue dilatado e coagulado nas veias. Todas as veias e artérias estavam cheias de sangue com coágulos interferindo no fluxo sanguíneo normal, que leva oxigênio para todos os órgãos, principalmente o cérebro, coração e pulmões, e o paciente eventualmente morre,

Ministério da Saúde da Alemanha muda o protocolo

de Tratamento do Covid-19

Já sabendo desse diagnóstico, o Ministério da Saúde alemão mudou imediatamente os protocolos de tratamento para Covid-19 e passou a prescrever 100 mg de aspirina e apronax para seus pacientes infectados ... o resultado: os pacientes começaram a recuperar e melhorias apareceram. O Ministério da Saúde liberou e mandou de volta para casa mais de 14.000 pacientes em um dia.

Em nosso país, a OMS mentiu sobre essa pandemia. Todos os dias, nosso presidente diz que são dados e estatísticas. Se ele não fornecer essa informação para salvar os cidadãos, as elites o ameaçam!

*Sabemos que todos os governos do mundo são obrigados a aderir às recomendações da OMS, mas a Alemanha violou a regra. Haverão processos judiciais contra a OMS em todo o mundo por encobrir tantas mortes e o colapso das economias de muitos países. Todos vão entender porque foi emitida a ordem para enterrar os corpos imediatamente sem uma autópsia e marcá-los como extremamente contaminantes.


Suspeita Política mundial

Aqui está o porquê do gel antibacteriano e o dióxido de cloro funcionarem. Toda a PSYCHOSIS PANDEMIC foi necessária porque suspeita-se que o governo mundial das sombras quer vacinar e instalar um chip para matar as massas, para controlar a população e reduzir a população mundial.

Ambos causam doenças, às vezes fatais, mas biologicamente são completamente diferentes. Enquanto bactérias são organismos vivos, vírus não passam de partículas infecciosas.

Aids é uma doença viral causada pelo vírus HIV

Aids é uma doença viral causada pelo vírus HIV

Os dois são invisíveis a olho nu, se multiplicam rapidamente em um curto período de tempo e podem causar doenças. Mas essas são as poucas características que bactérias e vírus têm em comum.

Bactérias são organismos compostos por uma única célula, que possui tudo que elas precisam para viver: genoma e estruturas celulares que produzem proteínas, abastecendo-as com energia. Esses organismos possuem um metabolismo próprio e se multiplicam ao se dividir. As bactérias nem sempre são prejudiciais: algumas são vitais para a saúde humana, como as que compõem a flora intestinal e auxiliam na digestão.

Tuberculose, cólera, tétano e difteria são algumas das doenças causadas por bactérias.

Vírus, por outro lado, não são células, mas partículas infecciosas. Para muitos cientistas, os vírus nem são considerados seres vivos. Eles podem se multiplicar somente com ajuda externa. Ao infiltrar seu material genético em células de outros seres vivos, eles as reprogramam para que elas produzam vírus até arrebentar, liberando assim essas partículas infecciosas.

Cada vírus possui uma célula hospedeira específica. Alguns atacam somente plantas, outros animais e humanos. Há também vírus que atacam apenas bactérias e fungos.

Aids, hepatite, gripe, dengue, catapora e sarampo são algumas das

doenças causadas por vírus.

Os vírus infecciosos são bem menores do que bactérias. Enquanto elas possuem na sua maioria um tamanho de 0,001 milímetro, os vírus chegam a no máximo um centésimo dessa medida.

Medicamento e vacinas

Antibióticos agem somente contra bactérias. Como vírus não vivem, não é possível matá-los. Contra eles há somente antivirais, que inibem a multiplicação dessas partículas, por exemplo, ao impedir que eles alcancem as células hospedeiras.

Mesmo assim, os médicos costumam prescrever antibióticos também para infecções virais, já que os vírus enfraquecem o sistema imunológico, possibilitando o ataque de bactérias. O antibiótico é prescrito para evitar esse ataque.

Tanto para bactérias como para vírus, é possível desenvolver vacinas.

Fonte: MIN da Saúde da Alemanha

Casa Coelho

Comentários

Novato