Aos 24 anos, estagiária de enfermagem morre de Covid-19 em Sorocaba

O avanço do COVID-19 no Brasil

Por Jornalista Alair de Almeida, Editor e Diretor do Jornal Região Sul em 30/03/2021 às 07:21:38
© Reprodução/Instagram

Aaron Fabrício Pacheco da Silva, o namorado de Natália, de também 24 anos, disse que ela estava internada na UTI da Zona Leste de Sorocaba. Ela ficou intubada por 15 dias e, logo depois de apresentar melhora em seu estado clínico, o uso do oxigênio estava diminuindo aos poucos.

"Ela teve duas paradas cardiorrespiratória por causa da troca da emergência para UTI. O pulmão inteiro dela estava comprometido. Foi mobilizada uma rede de oração e metade da cidade orou por ela. Ela começou a melhorar e os médicos disseram que iam começar a tirar a sedação dela", explica em entrevista ao G1.


Natália teve conhecimento da internação de seu pai, Geraldo Rodrigues, de 65 anos, por Covid-19 no dia 15 de março. De acordo com o namorado, neste mesmo dia ela foi intubada. A jovem estagiária não aguentou às complicações geradas pela doença e faleceu no sábado, 27.


"Estavam levando ela para a UTI da Santa Casa para uma tomografia, para ver o grau de sequela da parada. Recebemos uma ligação de que ela não estava bem. Ficamos preocupados, mas nunca perdemos a fé. Depois, soubemos que ela não aguentou. Foi a pior notícia da minha vida", afirmou o jovem.

Aaron revelou que a jovem recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19 no começo de março. Uma semana depois, os sintomas começaram a aparecer e ela buscou atendimento médico. Naquele momento, ela foi orientada a cumprir o isolamento em casa até esperar sair o resultado do teste de Covid que sairia em 15 dias.


No dia 9 de março, Natália começou a sentir falta de ar e necessitou ser atendida às pressas na UPH da Zona Leste.

"O Samu demorou duas horas, aí eu cancelei e carreguei ela até o carro. Ela foi internada no dia e recebeu oxigênio. Faziam exames para tirar sangue da artéria, ela sofria muito. Ela estava muita cansada. Eu nunca tinha visto minha namorada desse jeito. Eu fiquei ao lado dela todos os dias", lembra.

Além do pai de Natália, a mãe dela também testou positivo para a doença, porém não foi preciso ser internada. Aaron vai fazer o exame ainda nesta terça-feira, 30, para saber se foi infectado, mesmo não tendo nenhum sintomas até agora.

Fonte: G1 Sorocaba SP

Comunicar erro
Casa Coelho

Comentários

Novato